gallery/logo

COMO CALCULAR A POTÊNCIA DAS BATERIAS?

gallery/hoverasset 22

José Luiz Affonso

gallery/bt12

É comum nos famosos “papo de pista” ouvir um modelista (seja de aero, auto ou nautimodelismo) perguntar a um modelista mais experiente: "Estou tentando carregar a minha bateria de três células 5000mAh em 5A, mas ela só chega a 3A.". O carregador permite a você definir um pack 3S 5000mAh para carregar em 5A, mas nunca realmente chega a 5A. A razão para isso é um resultado da potência máxima disponível no carregador. 

Primeiro, vamos começar com a seguinte equação: Volts x Amps = Watts. Digamos que você deseja carregar uma bateria de três células 5000mAh em 1C. Calcule essa taxa de carga primeiro dividindo a classificação mAh da embalagem por 1.000. Neste caso, obtemos 5A.

Agora precisamos da tensão máxima necessária para carregar esse pacote. Tomar 4.2V e multiplicá-lo pela quantidade de células em sua bateria. Em nosso exemplo, este seria 12.6V (4.2V x 3 = 12.6V). Multiplique a tensão máxima pela taxa de carga e você obterá a potência. No nosso caso, seria 63W (12,6V x 5A = 63W). Então, se você estava carregando com um carregador de 50 watts, a taxa de carga seria inferior a 5A. Vamos agora dar uma olhada no cálculo da taxa de carga máxima com base nas informações de potência. Para isso, precisamos de uma nova equação, que é: Watts ÷ Volts = Amps.

Usando o mesmo exemplo da bateria acima (3S 5000mAh LiPo) e mantendo nosso carregador em 50W, obtemos aproximadamente 4A (50W ÷ 12.6V = 4A, arredondando para cima). Lembre-se, calculamos a tensão tomando a tensão máxima de 1 célula (4.2V) e multiplicando-a pelo número de células na embalagem (3).

Usando o mesmo carregador de 50W, vamos ver o que acontece quando fazemos da bateria um pacote de 6S. Para um pacote de 6S, a tensão máxima é 25.2V (4.2V x 6 = 25.2V). Conectando os números na equação, obtemos aproximadamente 2A (50W ÷ 25.2V = 2A). Como você pode ver, a wattagem desempenha um grande fator na capacidade do seu carregador de carregar pacotes de maior voltagem e maior capacidade. Ao usar essas informações, você pode determinar qual carregador atenderá às suas necessidades individuais de carregamento.

Descobrimos como a potência afeta sua taxa de carga e como calcular a potência máxima necessária para uma bateria específica que você está carregando. 

Porém, pode surgir outra dúvida quando o modelista compara a amperagem de seu carregador com a amperagem de sua casa: "Se minha tomada de parede é recomendada para somente 10A, como pode meu carregador trabalhar em 20A?".

A resposta a esta pergunta é que você não pode comparar ampères se você não estiver considerando a potência também. O padrão brasileiro adotado a partir do ano de 2011 (ABNT NBR 14136) determina que as instalações residenciais bifásicas (feitas em três fios – duas fases e um neutro) com tensões de 127V e 220Vdevem suportar um mínimo de 12.000W até 25.000W com tomadas de 10 e 20 ampères nas instalações. Assim, usando nossa equação matemática (127 x 20A = 2540W) concluímos que a potência de sua casa é de 2.540W. Seu carregador carregando uma LiPo 6S (25.2V) em 20A ira consumir apenas 504W (25.2V x 20A = 504W).

Espero que este pequeno artigo ajude os modelistas a conhecer melhor suas baterias e resolver seus pequenos dilemas.